Entrar

Guia de Rios

Rio Araguaia - GO/MT

Avaliar este ítem
(1 Voto)

O trecho de águas brancas do Rio Araguaia fica localizado próximo à cabeceira do rio a cerca de 30km rio abaixo dos municípios de Santa Rita do Araguaia - GO e Alto Araguaia - MT que são divididas pelo rio. É possível acessar o trecho tanto pelo Mato Grosso (margem esquerda) ou por Goiás (margem direita), sendo mais utilizado atualmente o acesso da margem direita pegando estrada de tera na saída nordeste de Santa Rita sentido a ponte do Rio Babilônia (único rio de 100 metros de largura no caminho). Zere o odômetro do carro no final do asfalto e siga 10.7km e estará em cima da ponte do rio Babilônia, ande mais 1.300 metros e dobre a esquerda, após este ponto só haverão duas entradas a direita pegue a segunda a 24.350 metros e você estará na porteira a 1km da sede da fazenda. Seja gentil, peça com educação pois a fazenda do acesso não é dona da cachoeira mas deixa os canoístas passarem sem problemas e sem custos. Passe por dentro do curral e siga a trilha do gado contornando um charco (local úmido) até o 1° colchete cerca de 800 metros (atenção! mantenha este colchete sempre fechado) neste ponto a estrada fica ainda mais apagada e virando a direita 20 metros após o colchete na primeira trilha de gado que margeia uma matinha por cerca de 600 metros e você estará ouvindo o barulho da cachoeira.

As corredeiras começam na base da Cachoeira do Couto Magalhães com cerca de 30 metros de altura e 100 m de largura, formada pela rocha magmática muito dura conhecida como “Diábase” que também dá início ao canion onde começa a remada. A primeira e mais forte corredeira que fica logo na base da cachoeira e tem uma trilha bastante íngreme, estreita e fechada pela vegetação o que dá uma dificultada no acesso mas o trecho de decida é curto cerca de 300 metros, é possível descer com o kayak usando as mãos mas a instalação de uma corda é quase indispensável!

A primeira corredeira é formada por vários blocos de rocha dura que se acomodaram por 800 metros dentro do canion após a cachoeira, criando uma seção extensa de refluxos, buracos e grandes ondas que dificultam a leitura das linhas. Não entre sem fazer um scout completo da corredeira! Ela pode ser decida inteira pela extrema direita principalmente no “refluxo do sorriso” que fica no meio da primeira curva da corredeira, é um refluxo em “V” que deve se evitar o centro. É sem dúvida uma corredeira para canoístas experientes e onde pode se considerar a possibilidade de nadar! Considerada classe 4 ou 5 dependendo da época do ano e nunca foi decida antes do mês de Junho (período com muito volume de água). Acredito que devido às suas características de grande volume de água, dificuldade técnica e extensão pode ser considerada a maior corredeira já navegada do estado de Goiás!

A primeira corredeira pode ser facilmente portada por uma trilha bem mais fácil cerca de 150 metros abaixo da trilha da cachoeira na margem direita uma decida sem trilha aparente, mas com desnível menor que dá acesso aos 200 metros finais da 1° corredeira restando abaixo uma grande seção de ondas. Na sequência o rio tem um remanso pequeno onde é possível recuperar o barco ou estabilizar antes de começar uma seção de águas rápidas com buracos muito bem escondidos que podem ser bem chatos de sair, a seção se intensifica e forma grandes ondas por mais 1km até a curva do afluente (riozinho referência no fundo da fazenda de entrada) marcando a 2° corredeira forte que é uma seção de ondas muito grandes de cerca da 200 metros.

Após duas curvas temos a 3ª grande corredeira que fica em uma parte larga do rio dificultando o scout, é formada por muitas pedras em um grande volume de água com diversas linhas sendo mais fácil na esquerda.

O rio segue e começa a apresentar uma rocha arenosa e da cor vermelha formando grandes paredões que foram escavados pelo rio e formaram grandes buracos com formas esquisitas que a imaginação de cada um decifra algo diferente e onde pode ser feito um lanchinho com visual maravilhoso. Existem algumas destas cavernas que são usadas por pescadores que montam acampamento ali! O rio fica gradativamente mais tranquilo mas ainda forma boas seções de ondas até seus 8km de percurso terminando na primeira casa da margem direita que tem um grande bambuzal na beira do rio.

O retorno é feito por uma estrada recém reformada (ainda não recebeu chuva) que pode ser acessada por carros pequenos. Siga a única estrada que sobe a serra, passe a porteira de ferro a 1.200 metros da beira do rio, até a porteira de madeira e dobre a esquerda e mantenha sempre a direita até 10.200 metros da beira do rio onde fica a entrada da fazenda de acesso a entrada do rio é só dobrar a direita e fazer mais uma decida ou continuar reto e voltar a cidade sentido ponte do Rio Babilônia e depois Santa Rita do Araguaia.

A época ideal para der é após o mês de Julho onde o nível já deu uma boa baixada e fica uma decida segura, mas até hoje 09/15/2015 este trecho só foi decido após o mês de junho quando o nível fica muito alto e ondas chegam a virar um bote de rafting 12 pés de frente sem dificuldade, e faz as corredeiras se unirem acabando com os remansos e zonas de calmaria, o que para uma nadada de kayak nestas condições provavelmente você perderá seu barco.

É com certeza um dos rios mais fortes do Cerrado e um dos mais divertidos, porém ainda não há outros rios explorados nas proximidades mas logo isto mudará.

Vídeo

Última modificação em Domingo, 06 Setembro 2015 22:11
  • Localização: Santa Rita do Araguaia - GO e Alto Araguaia - MT
  • Coordenadas Entrada: 17095088 S - 53082488 O
  • Coordenadas Saída: 170640165 S - 53060420 O
  • Resgate do Carro: 10km sendo apenas 2km de subida íngrime que pode ser feito com carro pequeno na época da seca e leva cerca de 1 hora até o local de entrada
  • Dicas Logística: A melhor rota a partir de Goiânia são 500km pela BR-060 até a cidade de Jataí. É só manter a direita na bifurcação logo após a ponte do Rio Claro, onde a BR-060 fica à esquerda e você segue para a BR-364 à direita seguindo até Santa Rita do Araguaia. Atenção o acesso a estrada de terra é logo no início da cidade na esquina do posto Montreal e a estrada de terra começa como GO-461 até a virada à esquerda após a ponte do Rio Babilônia
  • Dificuldade / Classe: 4+ na época da seca e provavelmente Classe 5 na época das cheias
  • Distância: 11,5km
  • Desnível: 13m/km
  • Scout & Portagem: Moderado
  • Níveis: Até hoje usamos apenas os meses do ano como forma de determinar o nível ideal do rio. Ou seja, a época da seca ou das cheias.
  • Tempo de Descida: Considerando scout e alguma portagem cerca de 3 horas
  • Contato: Guilherme Predebon (67-84591451) ou Fábio Souza (61-83052600 ou 62-85694746)

Galeria de Imagens

View the embedded image gallery online at:
http://www.kayakbrasil.com.br/rio-araguaia-go-mt#sigProIde94309476c